Nota à imprensa: Greve dos Caminhoneiros causa prejuízos a cooperativas do Rio de Janeiro

 

A paralisação dos caminhoneiros chegou ao seu quarto dia, com bloqueios em diversas rodovias importantes do Rio de Janeiro, como a Rodovia Presidente Dutra, BR 101, Rio-Santos, RJ 116, entre outros pontos, e isso já vem afetando o trabalho de diversas cooperativas em nosso estado. O Sistema OCB/RJ – instituição que atua na defesa das cooperativas e na difusão do cooperativismo no Rio de Janeiro – vem acompanhando a situação com bastante atenção.

O ramo Agropecuário é o mais afetado. Cooperativas localizadas nas cidades de Barra Mansa, Sapucaia, Carmo, Duas Barras, entre outras já estão com suas atividades alteradas, visto que matérias-primas não chegam aos parques industriais. Além disso, os produtos não estão chegando aos locais de comercialização, seja pelos bloqueios nas estradas quanto pela falta de combustível dos veículos.

A Cooperativa Agropecuária de Barra Mansa, que comercializa a marca Leite Barra Mansa – vendido em mercados do Rio de Janeiro e de outros estados – deixou de receber mais de 620 mil litros de leite, provocando um prejuízo que chega a R$ 800 mil (valor que é pago aos produtores). A instituição cooperativista também está parada desde quarta-feira, 23 de maio. São 25 mil litros de leite que deixam de ser embalados por hora.

Mas a questão não afeta somente as Agropecuárias. Cooperativas de Táxi e de Transporte Alternativo, que dependem dos combustíveis para a locomoção de suas frotas, entraram em estado de atenção, visto que os postos de combustíveis não estão sendo abastecidos.

Uma solução imediata é fundamental. Esperamos que as reuniões previstas entre representantes do Governo Federal e lideranças dos caminhoneiros cheguem a um resultado benéfico para todos, evitando, assim, o colapso.

O Sistema OCB/RJ entende que a paralisação é justa, pois os constantes reajustes nos combustíveis atingiram níveis insuportáveis para os nossos produtores rurais e profissionais da área de transporte. O cooperativismo é responsável por mais da metade de tudo que é produzido em todo o Brasil – e fundamental para o transporte da população – e temos a convicção de que o setor não pode arcar com prejuízos causados pela falta de sensibilidade de nossos governantes. É fundamental ressaltar que as cooperativas são motores econômicos de diversas cidades fluminenses, gerando emprego, renda e desenvolvimento para as mesmas.

Vinícius Mesquita – Presidente do Sistema OCB/RJ

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.