Transporte: Desafios para o período pós-pandemia

“As dificuldades devem ser usadas para crescer, não para desencorajar”. A frase de William Ellery Channing, lider unitarista dos Estados Unidos, demonstra o momento em que muitas cooperativas de transporte estão passando em virtude da pandemia. E foi com o intuito de encorajar dirigentes e cooperados do segmento, que o Sistema OCB e as unidades dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo promoveram nesta sexta-feira, 17 de julho, o Webinário Sudeste+Coop Perspectivas e Fortalecimento do Ramo Transporte.

Ao longo do encontro foram debatidos o atual cenário do ramo na Região e propostas de ações que visem ao crescimento e à consolidação das cooperativas de transporte, em seus mais diversos segmentos, dentro do momento em que o país vem passando.

Cases de sucesso e o cenário econômico e financeiro para as cooperativas de transporte nortearam o debate. João Gongola, técnico do Sistema Ocepar, apresentou vários eixos econômicos em que as instituições devem ficar atentas, como a inflação, o câmbio, os investimentos, confiança do consumidor, entre outros pontos.

“As cooperativas de transporte de passageiros, além das escolares, são as que mais estão tendo dificuldades no enfrentamento da crise provocada pelo Coronavírus. Muitas, estão tempo que pagar empréstimo para poder honrar com os compromissos. E a retomada precisa ser feita com bastante cautela e prudência, pois até mesmo em estados que já estão retornando às atividades, existe a questão das restrições de transporte e o volume de passageiros ainda não é o mesmo de antes”, afirmou Gongola.

Case

O Sistema Ocemg apresentou a Corrida da Cooperação. Este ano, a instituição garantiu que todos os atletas inscritos recebessem em casa a camisa da 9ª Corrida da Cooperação.

As camisas foram entregues por motoristas de cooperativas de táxi parceiras do Sistema Ocemg. Assim, além de evitar a aglomeração e trânsito de pessoas pela cidade, a ação contribuiu auxiliar os taxistas que tiveram seu faturamento diretamente impactando pela pandemia de Covid-19.

A Graffiti Transfers e Tours representou o estado do Rio de Janeiro. O presidente da cooperativa, Miquéias Zacarias, disse que existe o investimento forte em língua estrangeira, marketing digital, entre outras iniciativas.

Um outro exemplo foi a Coopmetro, de Minas Gerais. Durante a pandemia, ela conseguiu diversificar suas ações por meio da intercooperação. A cooperativa vem atuando na área de e-commerce e delivery e possui 265 automóveis nas entregas, que já chegam a mais de 693 mil, desde outubro de 2019, mas com grande parte feita durante a quarentena.

“Hoje, atuamos junto com o Mercado Livre e outros players de mercado de e-commerce. Com a pandemia, transformamos o tempo ocioso com novas oportunidades de negócio, seja pelo nosso conjunto de cooperados ou por intercooperação. Em outubro, começamos o serviço com 18 veículos. Hoje, chegamos a 265 viaturas. Além de tudo isso, é importante, também, o investimento em gestão, governança e planejamento estratégico”, afirmou Evaldo Moreira, presidente da Coopmetro e Representante Nacional do Ramo Transporte junto ao Sistema OCB.

Dirigentes
A oportunidade da união de esforços entre as quatro unidades estaduais do Sistema OCB foi comentada pelos dirigentes:

Renato Nóbile, Superintendente do Sistema OCB:
“Temos percebido o quanto existe de possibilidades em meio aos desafios. Uma delas é o fortalecimento do cooperado junto à cooperativa, e desta junto às unidades estadual e nacional do Sistema OCB. Os temas discutidos são importantes e fundamentais para a retomada de crescimento da categoria no pós-pandemia”.

Ronaldo Scucato, Presidente do Sistema Ocemg:
“Participo deste evento com total satisfação, pois defendi a criação do ramo Transporte junto ao Sistema OCB e venho percebendo, ao longo dos anos, o quanto o segmento vem evoluindo no país”.

Vinicius Mesquita, Presidente do Sistema OCB/RJ:
“O ramo Transporte é, hoje, um grande exemplo no tocante à organização e atuação. Tenho a certeza de que é cooperando que poderemos fazer um estado e um país melhor. E debates como este são o caminho para a definição de propostas e metas a serem alcançadas”.

Carlos André de Oliveira, Superintendente do Sistema OCB/ES:
“A união de esforços em prol das cooperativas é fundamental para os desafios que estão vindo. Este Webinário é o primeiro de novas ações que estão sendo planejadas entre as unidades do Sistema OCB na Região Sudeste”.

Flávio Bersani, Superintendente Técnico do Sistema Ocesp:
“Três temas eu destaco desta conversa: a importância do cooperativismo de transporte para a sociedade, os desafios a serem solucionados, e a regionalização e a inovação, que vêm cada vez mais ganhando espaço e todos os segmentos”.

Richard Hollanda

Richard Hollanda

Analista de Comunicação e Tecnologia do Sistema OCB/RJ. Graduado em Jornalismo pela Universidade Veiga de Almeida (UVA) e pós-graduado em Administração em Marketing e Comunicação Empresarial pela UVA.