Unimed Volta Redonda está entre os Lugares Incríveis para Trabalhar no Brasil

A Unimed Volta Redonda está entre as empresas reconhecidas como Lugares Incríveis para Trabalhar, iniciativa do UOL e da Fundação Instituto de Administração (FIA) que avaliou as empresas brasileiras com os mais altos níveis de satisfação entre os seus colaboradores. Além de se destacar entre as organizações, a cooperativa também teve o seu presidente, Dr. Luiz Paulo Tostes Coimbra, como CEO mais bem avaliado do país.

Dr. Luiz Paulo participa da Unimed Volta Redonda desde a sua fundação, em 1989. Há 18 anos, é presidente da cooperativa e foi sob sua gestão que a Unimed alcançou um crescimento vertiginoso, com números que a consolidaram tanto como umas das principais organizações do Sul Fluminense quanto como referência em medicina de excelência do estado do Rio de Janeiro. Ao longo desses 18 anos, a carteira de clientes cresceu 110%, saltando de 31 mil para 66 mil. O crescimento da cooperativa também é registrado no aumento de colaboradores, que saiu de 64 para 1.600. É ainda mais impressionante quando se observa a ascensão do faturamento. Quando Luiz Paulo assumiu a presidência pela primeira vez, a Unimed registrava um faturamento de aproximadamente R$ 40 milhões. Hoje, é mais de R$ 518 milhões, o que representa um aumento de 1.297%.

Para o presidente da Federação das Unimeds do estado do Rio de Janeiro, Dr. Emilson Ferreira Lorca, a trajetória de Dr. Luiz Paulo à frente da cooperativa é um exemplo para todos os gestores. Segundo Lorca, Dr. Luiz Paulo é reconhecido por sua competência, com igual robustez, pelos setores das áreas de mercado, administrativa, financeira, intercâmbio e regulatória.

Tanto o reconhecimento quanto os números são resultado de um compromisso que Luiz Paulo assumiu desde o primeiro dia que esteve à frente da cooperativa, o de investir nas pessoas. “Há 18 anos, quando assumi a presidência da Unimed Volta Redonda, firmei um compromisso de investir, continuamente, no desenvolvimento e na capacitação dos nossos colaboradores e cooperados. E, assim, tenho feito. Me orgulho em dizer que hoje todos os gestores da Cooperativa têm ensino superior e pós-graduação, e para muitos deles, foi a Unimed Volta Redonda que promoveu esse estudo. Desde o início nós investimos nas pessoas e na geração de competência. Porque é nisso que nós acreditamos”, afirma.

Para o presidente do Sistema OCB/RJ, Vinicius Mesquita, a Unimed Volta Redonda é uma das referências para o cooperativismo do estado do Rio de Janeiro.

“É com grande alegria que recebemos a notícia de que a nossa querida cooperativa do Ramo Saúde consegue resultados positivos dentro do seu segmento de atuação sem deixar de valorizar as pessoas. Essa é a essência do cooperativismo. Parabenizo o presidente Dr. Luiz Paulo e todo o corpo gestor e técnico da Unimed Volta Redonda”, disse o líder do cooperativismo fluminense.

Ainda com foco em pessoas, em 2009 Dr. Luiz Paulo encabeçou a implantação da cultura organizacional chamada Jeito Unimed de Cuidar, o JUC, baseada nos pilares: Gentileza, Respeito e Competência. “O nosso JUC é um compromisso assumido nas relações com o médico cooperado, colaborador, cliente, fornecedor e sociedade como um todo. Hoje, nós somos reconhecidos pelo nosso Jeito Unimed de Cuidar. Ele virou um importante diferencial competitivo, mas mais do que isso, ele demonstra toda nossa essência”, conta o presidente, que também é diretor Comercial e de Marketing da Seguros Unimed.

Dr. Luiz Paulo Tostes Coimbra

A Seguradora aparece em duas categorias da Pesquisa Lugares Incríveis: o primeiro lugar em “Experiência do Funcionário” e a segunda posição na categoria Lugar Incrível para Trabalhar, no segmento Seguradora.

Segundo ele, a organização deve sempre ampliar as oportunidades para o desenvolvimento profissional dos colaboradores, a partir de competências técnicas e comportamentais, pois são os funcionários os principais responsáveis pelo crescimento de qualquer organização. Por isso, é preciso que eles sejam e se sintam valorizados. A percepção que eles têm da empresa é fundamental para o engajamento e para o clima organizacional.

E o ímpeto em investir nos colaboradores só aumenta. A Unimed, por exemplo, transformou o seu Centro de Treinamento no Instituto Lóbus Treinamento, Ensino e Pesquisa. “A proposta é garantir a qualificação dos profissionais e oferecer capacitação para a área de saúde na localidade e imediações”, explica Luiz Paulo, que ainda lembra que a cooperativa também foi eleita por oito vezes uma das Melhores Empresas Para Trabalhar no Brasil. “A presença contínua nessas premiações demonstra que nós realmente nos preocupamos com o desenvolvimento e a satisfação dos colaboradores”, destaca.

Pandemia reforça o compromisso com os colaboradores

“Temos muito orgulho em afirmar que ao longo desses 31 anos acreditamos nas pessoas e vamos continuar investindo no desenvolvimento de cada um para que todos cresçam ainda mais”, afirma o presidente da Unimed Volta Redonda, acrescentando que, durante a pandemia, cuidar da saúde dos colaboradores e seus médicos cooperados continua sendo uma das principais diretrizes.

Assim que se percebeu o quão grave era o cenário provocado pela Covid-19, a Unimed se dedicou a preservar a saúde de todos os seus públicos. Afastou profissionais do grupo de risco, adotou medidas para proteger quem permaneceu trabalhando, sempre seguindo todas as orientações sanitárias preconizadas pelo ministério da Saúde e, em alguns casos, determinando medidas até mais rígidas.

A Cooperativa criou, em apenas três dias, uma Unidade de Apoio Especial exclusiva para pacientes com sintomas de Covid-19, dando suporte ao Pronto Atendimento; implantou a orientação online, uma vídeo chamada direto com o médico; montou um comitê institucional para acompanhamento da evolução do Novo Coronavírus, que continua trabalhando; criou o protocolo de atendimento prioritário para casos suspeitos e restringiu visitas a pacientes e circulação de pessoas no ambiente hospitalar. Medidas que trouxeram conforto e segurança tanto para os clientes, quanto para o público interno.

O home office foi implementado logo em março e se estende até hoje. Os colaboradores receberam um kit com mobiliários e acessórios para trabalharem de casa com mais conforto, segurança e adequação do ponto de vista ergonômico. Já os profissionais que se mantiveram no trabalho presencial, além das regras de higiene e distanciamento, contam ainda com o acompanhamento da equipe de Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho – SESMT, que promove triagens, campanhas de conscientização, orientação e distribuição de máscaras.  

A cooperativa também estreou e ampliou iniciativas. O Programa de Apoio Psicológico e Emocional, que disponibiliza uma equipe de psicologia organizacional para o público interno, também passou a oferecer o atendimento digital por meio de uma plataforma específica. Houve também uma atenção especial, com a criação dos programas de Qualidade de Vida do colaborador e do cooperado. Ao longo do ano, foram realizadas atividades externas, cursos e palestras, sempre com foco em temas definidos com a pesquisa anual de satisfação.

Sobre a pesquisa  

Promovida pelo UOL e pela Fundação Instituto de Administração (FIA), a primeira edição do Prêmio Lugares Incríveis para Trabalhar destaca as empresas brasileiras com os mais altos níveis de satisfação entre os seus colaboradores. A inciativa avaliou o ambiente de trabalho, a cultura organizacional, a atuação da liderança e a satisfação com os serviços de RH. O prêmio é baseado na pesquisa FIA Employee Experience, elaborada pelo professor doutor André Fischer, coordenador do Programa de Estudos em Gestão de Pessoas (Progep/FIA) e um dos pioneiros deste tipo de análise no mercado brasileiro, e pelo professor doutor Joel Dutra, coordenador do Progep/FIA e uma das maiores referências em gestão de pessoas no país.

A metodologia da pesquisa liderada por Fischer vem sendo desenvolvida desde 1982 e foi aperfeiçoada nos 14 anos de parceria com o Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar, publicado entre 2006 e 2019 pela revista Você S/A. A nova pesquisa, que neste ano teve apuração 100% digital, partiu de novos parâmetros, informados tanto pela situação atual, com a pandemia de covid-19, quanto pelas novas conclusões da psicologia organizacional nos últimos anos.

Fonte: Unimed Volta Redonda

 

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.