Cooperativa financeira Sicoob Fluminense libera recursos para projetos socioambientais

A cooperativa financeira Sicoob Fluminense, com sede em Campos dos Goytacazes (RJ), liberou, pela primeira vez, verbas de um fundo especialmente constituído para projetos socioambientais de instituições localizadas na região norte do estado do Rio de Janeiro. O objetivo é apoiar iniciativas com foco em educação, cultura, esporte, saúde e inovação.

Para este ano, cada instituição selecionada receberá o total de R$ 3 mil. E os projetos favorecidos foram os seguintes: Campanha Ecológica Abadá Capoeira, da Associação de Capoeira Artes e Culturas Brasileiras do Norte Fluminense (com foco na educação física, integração e educação ecológica, especialmente para jovens); Minibibliotecas de Educação Financeira para Mulheres, Elas Educação Financeira Ltda (doação de minibliotecas a instituições diversas); Mães Unidas para Vencer o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, do Coletivo de Mulheres As Marias da Baixada (confecção de sabão artesanal com renda revertida a famílias de extrema pobreza e mães de filhos portadores de deficiência intelectual); projeto oncológico do Instituto Sawanna por Todos (confecção de próteses capilares destinadas pessoas com câncer); Projeto Carolinas, com a ONG Nação Basquete de Rua (apoio a mulheres negras da periferia em situação de vulnerabilidade social) e Seminário com Rodrigo Feijão, do Projeto Caneca Jiu-Jitsu (visa ao aprimoramento técnico do esporte e a aproximação dos jovens com um nome internacional do jiu-jitsu).

O evento de apresentação das entidades beneficiadas foi realizado no último dia 15 de março no auditório da sede do Sicoob Fluminense, em Campos dos Goytacazes, e contou com representantes das entidades, da assistente social Maria Clara Oliveira, coordenadora do processo de seleção dos projetos no Sicoob Fluminense, da presidente do conselho de administração da cooperativa, Vera Lúcia Almeida, do diretor administrativo-financeiro, Charles Medina, e do diretor-presidente do Sicoob Fluminense, Neilton Ribeiro da Silva.

“Nossos problemas acabam se tornando pequenos diante da grandeza dos trabalhos que estamos vendo aqui”, disse Vera Lúcia Almeida.

Para Neilton Ribeiro da Silva, o Fundo Especial para Aplicação em Projetos Socioambientais é motivo de orgulho para os mais de 16 mil associados à cooperativa.

“Não adianta sermos grandes se não trabalharmos na direção de algo que valha a pena. Vamos dar continuidade a este modelo, que vai ao encontro do que os defensores do cooperativismo pensam e fazem. Sei que, como pioneiros nesta iniciativa, seremos um espelho para outras cooperativas e instituições”, afirmou.

O Fundo Especial para Aplicação em Projetos Socioambientais do Sicoob Fluminense foi estabelecido em agosto de 2021 e tem como base 2% (dois por cento) das sobras líquidas da cooperativa, apuradas após o encerramento do exercício social, e será disponibilizado, anualmente, até o ano de 2025. E recebe também valores de outras fontes, como doações de empresas. As organizações interessadas em conseguir o benefício precisam inscrever seus projetos via o endereço eletrônico social@sicoobfluminense.com.br, de 2 de setembro a 20 de outubro de cada ano. O resultado com os contemplados é divulgado até o dia 15 de dezembro do mesmo período. Entre as exigências para participação estão: ser pessoa jurídica sem fins lucrativos e associado ao Sicoob Fluminense.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Sicoob Central Rio

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.