Cooperativas celebram a força de atitudes voluntárias no Dia de Cooperar

Praça Mauá, um dos espaços mais bonitos do Centro do Rio de Janeiro e que abriga o moderníssimo Museu do Amanhã, recebeu neste sábado, 06, a celebração do movimento Dia de Cooperar. Cooperativas e voluntários trabalharam para oferecer serviços gratuitos de saúde, beleza, cultura, educação e cidadania para quem passasse pelo local. As iniciativas também celebraram o Dia Internacional do Cooperativismo, que este ano teve como tema “Cooperativas em prol do trabalho decente”.

Veja as fotos clicando aqui

Vinte cooperativas e mais de vinte instituições parceiras, apoiadas com o trabalho de 400 voluntários, transfotmaram um dos espaços mais visitados do Rio de Janeiro em um grande palco de mobilização social. ‘‘Estamos bem próximos ao Morro da Providência, a primeira favela do Brasil, e de várias outras comunidades. Aqui é possível oferecer serviços gratuitos e de qualidade para quem precisa. Nossa missão vai além de apenas ofertar iniciativas. Estamos aqui mostrando como as cooperativas ajudam a transformar vidas e auxiliam no desenvolvimento socioeconômico do país”, declarou Vinicius Mesquita, presidente do Sistema OCB/RJ.

Entre as cooperativas presentes, esteve a Coopidade (Cooperativa dos Cuidadores de Idosos e Doentes Dependentes), que atua no Rio de Janeiro há mais de 20 anos e possui cerca de 300 associados.  “O Dia C é uma grande oportunidade para mostrarmos à toda população a importância do Cooperativismo e as ações e serviços de qualidade que hoje oferecemos em nosso estado. Da mesma forma, é um espaço para mostrarmos o trabalho realizado por nossos técnicos de enfermagem e cuidadores”, disse Rosa Maria Souza, presidente da cooperativa.

Para a carioca Renata Reis, 34 anos, moradora do bairro Santo Cristo, a celebração do Dia C foi uma grande oportunidade para conhecer vários serviços de cooperativas. “Vi nas redes sociais que aconteceria este evento hoje e, como precisava tirar a segunda via de minha Carteira de Identidade, acabei vindo. Achei que só ia aproveitar essa parte, mas está tudo tão organizado que cortei o cabelo, fiz massoterapia e estou aproveitando os shows. Adorei!”, contou.

E há sempre quem doa seu tempo pela primeira vez. É o caso da voluntária Paula Cardoso, que esteve no encontro auxiliando quem chegava para usufruir dos serviços. ‘‘Nunca pensei que algo tão simples, como o trabalho que estou fazendo hoje, pudesse realmente ajudar outras pessoas. O reconhecimento, o obrigado recebido ao final de cada atendimento me mostra que ser voluntário é uma dádiva’’, comentou.

As atrações musicais foram o ponto alto dos festejos e animaram o público presente. A banda Unijazz Brasil, o Grupo Chegando de Surpresa (com garis da Comlurb – serviço de limpeza urbana municipal), a Banda Um Amô e a Banda Fina Batucada apresentaram uma diversidade de estilos musicais que agradaram cariocas e turistas. A celebração do Dia C no Rio de Janeiro recebeu um público de cerca de três mil pessoas e foi considerado um grande sucesso pelas cooperativas. “Estamos muito felizes. Todos que passaram por aqui hoje saíram conhecendo um pouco mais sobre Cooperativismo e seu poder de transformação social”, ressaltou Abdul Nasser, Superintendente Sescoop/RJ.

Fonte: Ex-Libris/Assessoria de Imprensa – Dia de Cooperar

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.