Cooparioca fará o transporte de profissionais do Governo Federal no Rio de Janeiro

O Ministério da Economia concluiu o pregão eletrônico para contratação de serviço de transporte de servidores, empregados e colaboradores dos órgãos e entidades da administração pública federal no município do Rio de Janeiro e sua região metropolitana. 

Segundo a pasta, a Cooperativa de Trabalho de Táxi Carioca Ltda (Cooparioca) foi a vencedora com o preço de R$ 2,89 por quilômetro rodado, valor 10% inferior ao máximo estimado de R$ 3,21. É mesmo modelo adotado em Brasília, que usa chamadas por aplicativo para solicitar transporte.

Com a implantação desse tipo de sistema, que já atende os servidores federais no Distrito Federal desde 2017, o governo deverá economizar 48% nos gastos com serviço de transporte dos servidores que atuam na região do Rio de Janeiro. A contratação equivale a 5,1 milhões de quilômetros que deverão ser percorridos num período de 12 meses, totalizando o valor de R$ 14,73 milhões. Atualmente, os órgãos integrantes da Administração Pública no RJ pagam, em média, R$ 5,56 pelo quilômetro rodado. Com o TáxiGov, o gasto será de R$ 2,89.

 A expectativa é de que 51 instituições federais, incluindo hospitais, agências reguladoras, institutos federais, universidades, Banco Central, Comissão de Valores Mobiliários, Arquivo Nacional entre outros migrem para o novo sistema. No Distrito Federal, o uso do TáxiGov, em substituição a veículos próprios e alugados, reduziu em mais de 60% os gastos com transporte de servidores. O próximo estado a aderir ao serviço será São Paulo.

Fonte: Convergência Digital

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.