Comitê de Gênero Dona Terezita realiza evento com agricultores da Região Serrana

Em homenagem ao Dia Internacional da Não Violência contra as Mulheres – celebrado em 25 de novembro, o Comitê de Gênero Dona Terezita – órgão do Sistema OCB/RJ – reuniu agricultores na Região Serrana, na cidade de Nova Friburgo, no último dia 13 para o evento “Não me Ignore! Me Ouça, por Favor!

Com o lema “Toda força está em não desistir nunca da luta do dia a dia”, o encontro levou ao conhecimento dos homens e mulheres presentes, informações sobre Saúde e Bem-Estar, Direitos das Mulheres e Órgãos de Apoio à Mulher e contou com as presenças das cooperativas Unijazz Brasil, que fez apresentações musicais, da Unimed Nova Friburgo, com aferição de pressão e glicose e da Uniodonto Rio, que distribuiu brindes.

O analista de monitoramento do Sescoop/RJ, Márcio Fernandes, abriu o evento apresentando a atuação do Sistema OCB/RJ, o que é cooperativismo, seu modelo de negócios, princípios e valores. Abordou também sobre os impactos negativos dos agrotóxicos na saúde. Sobre este tema, explicou a respeito dos cuidados que os agricultores devem ter com estes produtos – geralmente  usados para evitar algum tipo de praga em uma plantação – e que seu uso inadequado pode causar mortes e intoxicações.

Em seguida, a presidente do Comitê Gestor de Gênero Dona Terezita, Rosa dos Santos, falou do trabalho desenvolvido pelo órgão no que se refere a promover a igualdade de oportunidades e de tratamento entre homens e mulheres na sociedade.

A delegada Mariana Moraes, representando a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Nova Friburgo, fez uma palestra sobre a Lei Maria da Penha – que completou 13 anos em 2019 e é tida como um dos mais avançados instrumentos de combate e proteção às mulheres vítimas de violência doméstica. Ela ressaltou a importância dessa lei, o porquê de sua criação e o que causa aos agressores. Além disso citou os cinco casos de violência contra a mulher (física, psicológica, sexual, patrimonial e moral).

Ao longo do dia também houve espaço para debates e trocas de experiências, em que mulheres relataram casos de agressão e como lidaram com a situação.

Já o Oncologista Dr. Henrique Almeida – Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) e Membro da Sociedade Europeia de Cirurgia Oncológica (ESSO) – ministrou palestra sobre Câncer de Mama, Próstata e Pele.

Para encerrar as atividades, a cabo Grazielle, da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, falou do programa “Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida”, lançado em agosto deste ano pela Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro, por meio de parceria com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, para prestar, em todo o território estadual, um atendimento estruturado e especializado aos casos de violência doméstica contra as mulheres.

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.