Sintonia entre cooperado e cooperativa é receita de sucesso

Três cooperativas obtiveram a melhor nota no Prêmio ANEEL de Qualidade, que leva em consideração o índice de satisfação do consumidor com o serviço que recebe das concessionárias de energia elétrica do país. São elas: a Cooperativa de Eletrificação Lauro Müller (Coopermila), a Cooperativa Energética Cocal (Coopercocal) e Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento da Região de São José do Rio Preto Ltda (Cerrp). A premiação ocorreu no dia 12 de fevereiro, em Brasília. (Saiba mais)

Para o presidente do Conselho Consultivo do Ramo Infraestrutura, Jânio Stefanello, o resultado das cooperativas é importante, mas o destaque fica para as notas registradas, em comparação com as outras distribuidoras. “A nota média das cooperativas subiu e este ano superou os 78 pontos em 100 possíveis, enquanto as concessionárias obtiveram nota média de 67 pontos. O olho do cooperado e a sua sintonia com a cooperativa é fundamental para esse desempenho”, avalia. Confira a entrevista!!!

Novamente as cooperativas fizeram bonito nesse prêmio da Aneel. A que o senhor atribui esse fato?

Sim, o desempenho no prêmio superou as expectativas, a nota média das cooperativas subiu e este ano superou os 78 pontos em 100 possíveis, enquanto as concessionárias obtiveram nota média de 67 pontos. O resultado se deve a vários fatores o empenho do “time” de colaboradores das cooperativas, a gestão profissionalizada e a busca por melhoria continua visando atender de melhor maneira possível nossos cooperados. O olho do cooperado e a sua sintonia com a cooperativa é também fundamental para este desempenho. 

O que as cooperativas de energia fazem (e, as outras operadoras, não) para conquistar o reconhecimento do público?

O grande diferencial do cooperativismo está na sua gestão, todos os cooperados participam da gestão da cooperativa, cobram melhoria continua na prestação dos serviços. Autogestão e proximidade do cooperado se destacam como nossos diferenciais.

O que representa, para as cooperativas, serem reconhecidas pela Aneel, que regula o setor?

O prêmio credita o cooperativismo como referência no setor elétrico, da força a sua voz, faz com que o cooperativismo permaneça com a imagem de ser uma alternativa eficiente para a prestação de serviços essenciais como energia elétrica com qualidade.   

Quais os desafios/gargalos das coops de energia para este ano?

As cooperativas estão inseridas em um ambiente de constante inovação tecnológica, e precisamos estar atentos a essas mudanças e também as necessidades de nossos cooperados.  E neste contexto construir um caminho que possibilite a constante aprimoramento de nossos serviços e diversificação de nossos produtos e serviços para levar constantemente melhoria na qualidade de vida de nossas comunidades.

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.