Ciclo 2021 do PDGC é apresentado às cooperativas fluminenses

Pela primeira vez o Sistema OCB/RJ realizou um evento voltado exclusivamente ao Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas (PDGC). A atividade, em formato on-line e que contou com o apoio do Sistema OCB Nacional, ocorreu na última terça-feira (23/2) e foi destinada a presidentes, dirigentes, conselheiros e gestores de cooperativas fluminenses. Também participaram estudantes, professores, pesquisadores, consultores e cooperados de diversos estados brasileiros. Assista aqui na íntegra. Os objetivos do Lançamento foram apresentar o PDGC enquanto uma trilha rumo à excelência, que possibilita a sustentabilidade econômica e  social das cooperativas, contribuir para a adoção de boas práticas de gestão e governança no empreendimento cooperativo e estimular as cooperativas fluminenses  para adesão ao Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas –  PDGC Ciclo 2021. Na abertura o presidente do Sistema OCB/RJ, Vinicius Mesquita, destacou que a partir deste ano as cooperativas fluminenses terão uma nova percepção do PDGC. “As nossas cooperativas tinham uma visão de obrigatoriedade em participar deste Programa. O que queremos demonstrar a partir deste evento de lançamento é que o PDGC pode fazer a diferença nas atividades das cooperativas, elevando seus graus de competitividade”, explicou o líder do cooperativismo fluminense. Conteúdo O superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, fez a palestra magna com o tema: “O caminho da retomada econômica é o mesmo da excelência: gestão sustentável das cooperativas fluminenses”. A apresentação foi pautada na necessidade de as organizações cooperativistas estarem preparadas para superarem desafios, sobreviverem às crises impostas pelo mundo em que vivemos e terem uma visão de futuro, com base sempre em modelos de excelência estruturados que promovam a melhoria da qualidade da gestão e o aumento da competitividade das organizações. Um dos exemplos dados por Leonardo foi o Programa de Excelência Gestão e Governança (PEGCOOP), desenvolvido pelo Sistema OCEPAR com a proposta de evoluir as práticas de gestão e de governança, incentivando a melhoria contínua para ampliar a competitividade, maximizar os resultados e transformar os modelos de negócios das cooperativas, tornando-os cada vez mais eficientes e resilientes. Coube à gerente-geral do Sescoop, Karla Oliveira, apresentar o Ciclo 2021 do PDGC, cuja metodologia está pautada no Modelo de Excelência da Gestão® (MEG), da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), e está alinhada aos mais altos padrões internacionais pela participação no Global Excelence Modal – GEM. “O PDGC visa à adoção de boas práticas de gestão e de governança pelas cooperativas, em um processo gradual de longo prazo, um caminho a ser percorrido. Isso não significa que todas comecem exatamente no mesmo nível ou que atinjam o mesmo patamar, cada qual tem sua própria trajetória e seu tempo de evolução”, explicou Karla, que também demonstrou o histórico da adesão das cooperativas do estado do Rio de Janeiro no PDGC, com um total de 260 participações e duas premiações desde 2013. Em seguida o público acompanhou o case de sucesso da Unimed Centro Sul Fluminense e os principais ferramentas de gestão e governança que a cooperativa adotou após a aplicação do PDGC. O relato foi do presidente da instituição, Dr. Sebastião Lima Barbosa. “A principal dificuldade nossa no início foi de haver uma conscientização de que o PDGC iria trazer benefícios a longo prazo e fazer os colaboradores entenderem isso. Há alguns anos, quando esta ferramenta foi implementada na Unimed Centro Sul Fluminense, nós entendíamos como algo obrigatório. Mas hoje vemos o quão importante ela é. Antes, reuniões do conselho de administração da cooperativa não eram documentadas. Não fazíamos reuniões pré-assembleias, o que acarretava em AGOs esvaziadas. O PDGC nos trouxe estas vivências. É uma consultoria ampla em todos os processos de gestão e governança cooperativista”, disse o Dr. Sebastião Barbosa. O último tema da programação foi o Prêmio SomosCoop Excelência em Gestão. A gerente de Desenvolvimento Organizacional das Cooperativas pelo Sescoop Nacional, Susan Vilela, falou da proposta deste ano de 2021 que é dar mais  prestígio para as cooperativas e mais competitividade para o cooperativismo. “O prêmio valoriza, desperta orgulho e gera prova social e a adoção de boas práticas de gestão e governança promove resultados e torna as cooperativas mais profissionais. Assim, mais profissionais e mais valorizadas fortalecem o modelo de negócio cooperativista”, destacou Susan, que ao longo da apresentação falou do calendário do prêmio, das etapas e dos critérios para as cooperativas participarem. No encerramento do evento, o superintendente do Sistema OCB Nacional, Renato Nobile, elogiou a iniciativa do Sistema OCB/RJ de fazer uma apresentação formal do PDGC às cooperativas e ressaltou que o caminho rumo à excelência na gestão e na governança cooperativista passa pela autogestão. Ele também pediu que as diretorias das cooperativas estejam sempre engajadas, motivadas e abertas à aplicação do PDGC. PDGC O Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas (PDGC) é voltado ao desenvolvimento da autogestão das cooperativas. Seu objetivo principal é promover a adoção de boas práticas de gestão e de governança pelas cooperativas. Aplicado por meio de instrumento de avaliação, que permite um diagnóstico objetivo da governança e da gestão da cooperativa, é realizado em ciclos anuais, visando à melhoria contínua a cada ciclo de planejamento, execução, controle e aprendizado. O Instrumento de Avaliação é dividido em dois questionários. A cooperativa primeiro responde ao Questionário de Governança, baseado no Manual de Boas Práticas de Governança Cooperativa do Sistema OCB, que é um modelo de direção estratégica, fundamentado nos valores e princípios cooperativistas. Na sequência, responde ao Questionário de Gestão, que avalia a gestão da cooperativa com base no Modelo de Excelência da Gestão® (MEG) da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), que é um modelo referencial utilizado para promover a melhoria da qualidade da gestão e o aumento da competitividade das organizações. Após o preenchimento dos questionários, a cooperativa recebe de forma automática uma devolutiva, em que a partir das oportunidades de melhoria apresentadas será possível definir e implementar ações para o desenvolvimento da cooperativa. Na devolutiva também são gerados índices para acompanhamento e monitoramento da melhoria nos processos da cooperativa.
Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.