Sescoop/RJ fecha primeiro trimestre com mais de 400 pessoas capacitadas

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

De janeiro a março de 2021 o Sescoop/RJ capacitou 441 pessoas, entre cooperados e funcionários de 39 cooperativas de seis ramos (Consumo, Crédito, Infraestrutura, Saúde, Trabalho e Produção de Bens e Serviços e Transporte). O total de beneficiados é 159% maior em relação ao mesmo período de 2020. É o que aponta o relatório apresentado esta semana pelo setor de Formação Profissional da Instituição.

Em relação às soluções pedagógicas (Palestras, cursos, workshops e treinamentos), o aumento é de 50% no mesmo período, passando de 10 para 15, com um crescimento de 17,8% na carga horária das capacitações ( de 151 em 2020 para 178 horas em 2021). E por conta da pandemia, houve uma demanda maior de cursos em EAD. Nos primeiros três meses de 2020 foram dois, contra 10 no primeiro trimestre deste ano.

As capacitações em 2021 foram nas áreas de gestão, governança, liderança e administração, além de treinamentos técnicos, tais como NR 11 Operador de Munck (Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais), NR 12 (Segurança no Trabalho em Motosserras) e NR 11 (Operações com Empilhadeira).

Destaque para os três cursos on-line e gratuitos: Liderança Cooperacionista, Gestão do Tempo e Vendas Consultivas. Somados, foram mais de 250 alunos matriculados. O projeto é em parceria com a Coletiva – cooperativa especializada em educação corporativa e colaborativa – e permanece disponível na plataforma Capacitacoop.

O relatório foi  recebido com entusiasmo pelo presidente do Sistema OCB/RJ, Vinicius Mesquita. Ele acredita que a construção de um Rio Mais Coop passa, obrigatoriamente, pela qualificação de dirigentes e funcionários de cooperativas.

“O Sescoop/RJ, por meio do setor de Formação Profissional, tem atuado diariamente para desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias à qualificação profissional dos dirigentes e colaboradores das cooperativas fluminenses, com o propósito de que estas instituições se tornem ainda mais sustentáveis e façam do cooperativismo uma alternativa viável de geração de renda e oportunidades para o nosso estado”, explica Vinicius.

Para ao superintendente do Sescoop/RJ, Abdul Nasser, os números demonstram uma maturidade da instituição.

“Estamos há mais de um ano em regime de home office. E observamos crescimento em todas as áreas, tanto nas atividades internas, quanto no atendimento às cooperativas. O setor de Formação Profissional é um dos pilares do Sescoop e tem feito um grande trabalho. Outro ponto de destaque é a qualidade dos nossos treinamentos. Contamos desde 2018 com professores renomados e que são referência no mercado. Isso também contribui para adesão das nossas cooperativas”, ressalta Abdul.

A gerente de Desenvolvimento do Sescoop/RJ, Jerusa Marques, corroborou com Abdul Nasser.

“A pandemia nos obrigou a viver um novo momento. Grande parte dos nossos cursos deixaram de ser presenciais e passaram a ser nos formatos digitais. A instituição tem total mérito por ter se reinventado e, inclusive, melhorado o fluxo e a qualidade dos cursos destinados às cooperativas. Estes números comprovam que estamos no caminho certo”, destaca Jerusa Marques.

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.

Você também pode gostar de:

Destaques