Superintendente Abdul Nasser fala sobre cooperativismo em podcast da Rádio Folha (98.3), emissora de maior audiência de Campos

O superintendente do Sistema OCB/RJ, Abdul Nasser, foi o convidado, no dia 13 de dezembro, do podcast promovido pela Rádio Folha Folha 98,3, a emissora de maior audiência de Campos dos Goytacazes. Confira aqui na íntegra.

Na atração, Abdul falou sobre o cooperativismo como forma de viabilizar pequenos, médios e até grandes negócios; citou a Coagro, a Unimed, e o Sicoob como exemplos de cooperativas de sucesso em Campos dos Goytacazes e disse que o cooperativismo já está se desenvolvendo para as plataformas digitais, tendência, segundo ele, acelerada pela pandemia.

Abdul também destacou que no cooperativismo a meritocracia prevalece, já que o cooperado ganha na medida do que produz.

“No modelo cooperativista, o capital – as sobras – são usadas para levar resultados para as pessoas. Há justiça distributiva de renda. É uma meritocracia não-violenta, pois todos recebem as mesmas oportunidades e têm as mesmas possibilidades.”, explicou.

Confira outros trechos da entrevista:

Coagro
“A Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio de Janeiro (Coagro) detém 5% de todo o etanol produzido no estado. Isso é um número muito relevante. Diferentemente de outras usinas que levam os recursos para fora do Brasil, a Coagro mantém a renda no município e beneficia o pequeno produtor. Além disso, a cooperativa gera cerca de 3,5 mil empregos, número que dobra na safra”.

Empreendedorismo cooperativo
‘No Sistema OCB/RJ promovemos o movimento Rio Mais Coop, que é de valorização do cooperativismo no estado, por meio do estímulo ao empreendedorismo cooperativo.Ou seja, juntar competências para gerar negócios que serão capazes de mudar a vida de muitas pessoas. Por exemplo, uma pessoa que faz muito bem um doce, um bolo, pode se juntar a outra que sabe administrar um negócio e a outra que entende sobre venda. A soma dessas competências é muito importante num empreendedorismo coletivo, como é o cooperativismo.

Pandemia
“O mundo mudou, mas muitas pessoas não perceberam. Muitos empregos nunca mais voltarão a existir. Todos que puderam, entraram no digital, e investem em inteligência artificial, em robotização.

Pessoas que estão desempregadas aguardando um reaquecimento de ofertas de empregos podem rever seus pensamentos. Governos que forem investir em geração de emprego vão jogar dinheiro fora. Empreendedorismo é o caminho, seja individual ou coletivo. E o coletivo equilibra competências e o cooperativismo é o modelo para isso.”

Treinamento
“Como em todo negócio, para constituir uma cooperativa é necessário estudar. Existe um índice muito grande de mortalidade de empresas porque as pessoas não se preparam. E para auxiliar os interessados em ingressar no cooperativismo, o Sescoop/RJ tem uma série de treinamentos on-line. Basta acessar rio.coop.

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.