Inscrições abertas ao Seminário de Avaliação da Chamada CNPq/Sescoop

Já estão abertas as inscrições para o Seminário de Avaliação da Chamada CNPq/Sescoop. O evento será transmitido por videoconferência, de forma gratuita, entre os dias 17 a 21 de maio. A programação conta com 41 bancas de avaliação, exposição de projetos e 8 mesas de debate nos mais diversos temas contemplados pela chamada.

A Chamada CNPq/Sescoop 007/2018 – Desenvolvimento Científico, Tecnológico e Inovação em Cooperativismo foi lançada em 2018, fruto de uma parceria entre o Sistema OCB e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O objetivo do chamamento foi apoiar projetos de pesquisa que investiguem o cooperativismo e as cooperativas brasileiras em 4 linhas de pesquisa: 1) Impactos econômicos e sociais do cooperativismo; 2) competitividade e inovação; 3) Governança cooperativa; e 4) Cooperativismo e cenário jurídico.

Ao todo, foram investidos R$ 2,8 milhões, contemplando 41 projetos em todas as regiões brasileiras. Nos últimos dois anos, as pesquisas selecionadas pela chamada se dedicaram à investigação de diversos aspectos que envolvem as nossas cooperativas. Agora, durante o Seminário de Avaliação, chegou a hora de conhecermos os resultados destas pesquisas. O evento estará dividido em três atividades: bancas de avaliação, exposição de projetos e mesas de debate.

Bancas de avaliação: com duração de 30 minutos cada, os coordenadores de projeto farão uma apresentação dos resultados para uma banca avaliadora, convidada pelo CNPq.

Exposição de projetos: ao acessar a área do participante na plataforma do evento, os espectadores poderão acessar a exposição de projetos, com vídeos explicativos sobre cada uma das iniciativas contempladas pela Chamada, além de links de artigos e demais publicações produzidas ao longo dos projetos.

Mesas de debate: um bate papo entre coordenadores de projetos e convidados do setor produtivo para debater os achados nos projetos de pesquisa e questionamentos que estão em voga nas áreas de investigação da Chamada.

INSCREVA-SE

Os interessados podem fazer sua inscrição gratuita por aqui.

PROGRAMAÇÃO

Segunda-feira 17/5

 

  • 9 às 12h – Cerimônia de abertura
  • 14h – Mateus de Carvalho Reis Neves – Cooperativas Agropecuárias e o Diferencial de Renda no Campo
  • 14h30 – Cassiano Moro Piekarski – AgroCircle Wins: Economia circular e inovações em intercooperações agroindustriais.
  • 15h – Carla Soares Godinho – Cooperativa Agroextrativista Grande Sertão: inovação e repartição dos benefícios da sociobiodiversidade.
  • 15h30 – Adebaro Alves dos Reis – Cooperativismo e Desenvolvimento Sustentável na Amazônia Paraense: caminhos para sustentabilidade dos territórios rurais
  • 16h – Intervalo
  • 16h30 – Alexandre de Pádua Carrieri – Governança em cooperativas de pequeno e médio porte no Estado de Minas Gerais: uma análise de gênero, governança e o empoderamento.
  • 17h – Marcelo Dias Paes Ferreira – Cooperativismo, Renda e Emprego na Agricultura Familiar do Estado de Goiás
  • 17h30 – Valdir Fernandes – Cooperativas de crédito: estudo de caso das Sociedades Garantidoras de Crédito no Estado do Paraná.

 

Terça-feira 18/5

 

  • 9h – Diego Neves de Sousa – Inclusão produtiva, mercados e políticas públicas para os agricultores familiares e suas cooperativas no Tocantins: (des)conexões entre referenciais, ideias e práticas
  • 9h30 – Jorge Antonio de Farias – A Integração Cooperativa, Crédito e Produção, como Estratégias de Agregação de Valor e Comercialização da Produção Florestal em Sistemas Silvipastoris em Propriedades Familiares.
  • 10h – Marion Pereira da Costa – Desenvolvimento de queijos de coalho de cabra condimentados com bebidas alcoólicas e aproveitamento do soro de leite na elaboração de alimentos funcionais à base de soro com polpas de frutas típicas brasileiras
  • 10h30 – Intervalo
  • 11h – Adriano Lago – Análise da Sucessão Geracional em Cooperativas Agropecuárias de Distintos Segmentos no Rio Grande do Sul
  • 11h30 – Maria de Nazaré Moraes Soares – Mentoria em modelagem e gestão de negócios cooperativos
  • 12h – Therezinha de Jesus Pinto Fraxe – Cooperativismo como estratégia de inclusão socioeconômica e melhoria da qualidade de vida de comunidades rurais do Amazonas.
  • 12h30 às 14h – Intervalo
  • 14 – Daniel Francisco Nagao Menezes – (Re)construindo o Direito Cooperativo Latino-Americano? Criando uma matriz teórica e institucional para a América Latina
  • 14h30 – Leonardo Flach – O comportamento whistleblower nas cooperativas de crédito
  • 15h – Mário De Conto – Cooperativas de Plataforma e ambiente jurídico
  • 15h30 – Nathália Thaís Cosmo da Silva – Construção participativa de propostas de atualização do marco regulatório cooperativista
  • 16h – Intervalo
  • 16h30 – Renata Cristina do Nascimento Antão – Cooperativas Habitacionais no Brasil: possibilidades de gestão coletiva da propriedade e incremento da segurança da posse de populações urbanas vulnerabilizadas.
  • 17h – Sielen Barreto Caldas de Vilhena – Terceirização da Atividade Principal via Cooperativa de Trabalho: desafios para a efetividade dos princípios do cooperativismo.
  • 17h30 – Tiago Camarinha Lopes – O adequado tratamento tributário das cooperativas conforme o Art. 146, inciso III, alínea “c” previsto na Constituição Federal de 1988: propostas a partir do contexto nacional de Reforma Tributária

 

Quarta-feira, 19/5

 

  • 9h – Mesa de debate – Desenvolvimento Sustentável – Mediadora: Geâne Nazaré Ferreira (Sescoop Nacional)
  • 10h – Mesa de Debate – Inclusão Socioeconômica – Mediador: João José Prieto (OCB Nacional)
  • 11h – Desenvolvimento Humano em Cooperativas – Mediadora: Geâne Nazaré Ferreira (Sescoop Nacional)
  • 12h às 14h – Intervalo
  • 14h – Alair Ferreira de Freitas – Impactos e Desafios das Cooperativas no Abastecimento do Mercado Institucional de Alimentos nos Grandes Centros Urbanos em Minas Gerais
  • 14h30 – Antônio João Hocayen da Silva – Contribuições do Cooperativismo Paranaense aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): Diagnóstico e Proposição de um Instrumento de Investigação
  • 15h – Flávia Charão Marques – Cooperação, Criatividade e Sociobiodiversidade: uma questão de gênero
  • 15h30 – Perla Calil Pongeluppe Wadhy Rebehy – Mecanismos de Governança das Cooperativas nas Cadeias de Valor da Economia Circular: Promoção de Inovação e Eficiência Econômica Socioambiental
  • 16h – Intervalo
  • 16h30 – Vânia Gisele Bessi – Inovação Social em Cooperativas de Reciclagem na Região do Vale do Rio dos Sinos/RS
  • 17h – Simone Maria Andrade Pereira de Sá – Empreendedorismo Afinado: As Estratégias das Cooperativas Musicais Brasileiras
  • 17h30 – Ilzver de Matos Oliveira – Cooperativismo, povos de terreiro e desenvolvimento sustentável em Sergipe

 

Quinta-feira – 20/5

 

  • 9h – Mesa de debate: Aspectos legais do cooperativismo – Mediadora: Ana Paula Andrade (OCB Nacional)
  • 10h – Mesa de debate: Trabalho e empreendedorismo – Mediador: Alex Macedo (OCB Nacional)
  • 11h – Mesa de debate: Inclusão produtiva e intercooperação – Mediadora: Clara Maffia (OCB Nacional)
  • 12h às 14h – Intervalo
  • 14h – Davi do Socorro Barros Brasil – Cadeia Produtiva da Mandioca Açucarada (Manihot Esculenta Crantz) e Organização Social de Produtores de Base Familiar do Estado do Para em Sistema de Cooperativa: Seleção de Cultivares, Desenvolvimento de Produtos, Aproveitamento e Tratamento de Resíduos
  • 14h30 – Deivid Ilecki Forgiarini – Sistema de Inovação para Cooperativas
  • 15h – Ellen Cristine Giese – Tecnologia, inovação e sustentabilidade no cooperativismo: modelo de gestão de resíduos eletroeletrônicos a partir do conceito de mineração urbana
  • 15h30 – Guilherme Bergmann Borges Vieira – Avaliação da Competitividade das Cooperativas de Vinhos da Serra Gaúcha
  • 16h – Intervalo
  • 16h30 – Luis Felipe Dias Lopes – O Impacto Econômico, Social e Ambiental da Implantação de Tecnologias de Inteligência Industrial para o Rastreamento do Leite em Cooperativas Agroindustriais
  • 17h – Marcelo Paulo Stracke – Centro de Apoio ao Desenvolvimento de Produtos e Processos de Leite
  • 17h30 – Maria Manuela Camino Feltes – Identificação de oportunidades e desenvolvimento de produtos alimentícios inovadores em cooperativa de matéria-prima oleaginosa cultivada no Brasil

 

Sexta-feira – 21/5

 

  • 9h – Mesa de debate: Governança Cooperativa – Mediadora: Susan Vilela (Sescoop Nacional)
  • 10h30 – Mesa de debate: Inovação e novas tecnologias no cooperativismo – Mediadora: Samara (OCB Nacional)
  • 12h às 14h – Intervalo
  • 14h – Alcindo Cipriano Argolo Mendes – Ignorância Pluralística nos Processos Deliberativos do Conselho de Administração das Organizações Cooperativas: Em análise a destinação das sobras operacionais.
  • 14h30 – Alan Ferreira de Freitas – O Cooperativismo Mineral em Minas Gerais: Dos Modelos Organizacionais aos Desafios Gerenciais
  • 15h – Ademir Antonio Cazella – Educação em Cooperativas de Crédito Rural Solidárias em Santa Catarina
  • 15h30 – Alex Sandro Quadros Weymer – Análise Multinível de Indicadores de Eficácia de Treinamento em Sociedades Cooperativas
  • 16h – Intervalo
  • 16h30 – Clea Beatriz Macagnan – Fidelização de cooperados: estratégia de Governança cooperativa

Fonte: Sistema OCB/RJ

Bruno Oliveira

Bruno Oliveira

Analista de Comunicação do Sistema OCB/RJ. Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte, MBA em Marketing e Comunicação Empresarial e em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.