Sicoob Rio oferece créditos emergenciais a cooperativas via Fampe do Sebrae Rio

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Cooperativas filiadas ao Sicoob Central Rio – que faz parte de uma das maiores instituições do país no setor do cooperativismo financeiro – podem ter acesso a créditos emergenciais, com até 80% da garantia exigida na operação, pelo Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe). O Sebrae criou o Fampe há 25 anos, tornando-se o avalista complementar de empresas de micro e pequeno porte e do microempreendedor individual. A iniciativa visa facilitar e proporcionar recursos a empresários, com faturamento de até R$ 4,8 milhões/ano, em um cenário de grande retração econômica devido à pandemia de Covid-19.

A diretora operacional do Sicoob Central Rio, Nábia Jorge, afirma que a oferta de empréstimos emergenciais a micro, pequenas e médias empresas do Sistema Sicoob Rio reforça o compromisso da instituição financeira com o desenvolvimento social.

“Estamos nos dedicando a um público muitas vezes desassistido, especialmente nesse período de pandemia. Nossas ações firmam o nosso propósito, que é conectar pessoas para promover a justiça financeira e prosperidade”, declara Nábia.

Ao destacar a importância da parceria entre o Sebrae Rio e o Sicoob Central Rio, a coordenadora de Capitalização e Serviços Financeiros do Sebrae Rio, Taniara Castro, assegura que a união das duas instituições, que é de longa data, colabora para o desenvolvimento do nosso estado de maneira mais justa e fraterna.

“As ações conjuntas contribuem de forma relevante para o processo de inclusão financeira e promovem o desenvolvimento econômico conjugado à justiça social”, diz Taniara.

Para o gerente de crédito do Sicoob Central Rio, George Figueiredo, a parceria com o Sebrae Rio é uma excelente alternativa para os empresários que necessitam de financiamento para atravessar esse período crítico em condições adequadas.

A cooperação entre o Sicoob Rio e o Sebrae Rio já existia no período pré-pandemia. “Originalmente, os projetos eram relacionados às consultorias empresarial e financeira, a treinamentos diversos com foco no desenvolvimento dos associados às cooperativas filiadas ao Sistema Sicoob Rio, sem necessariamente serem vinculados ao Sebrae Rio; entidade que tem como princípio fomentar o empreendedorismo”, comenta Figueiredo. “Com a pandemia, a ideia é que as clínicas e workshops em colaboração com o Sebrae Rio possam ser realizados via lives aos cooperados”.

Segundo o analista Guilherme Reche, do Sebrae Rio, uma das maiores dificuldades das micro e pequenas empresas (que respondem por 52% dos empregos com carteira assinada no setor privado, cerca de 16,1 milhões de pessoas) é a apresentação de garantias sólidas e confiáveis para obter recursos financeiros.

“Esse é o papel do Fampe. Ser o avalista complementar da pequena empresa para que essa não seja mais uma barreira em situações emergenciais ou de crescimento. Acreditamos muito no diferencial do sistema cooperativo, no seu atendimento e sua análise”, ressalta Reche, afirmando ainda que a operação com o Fampe proporciona a ampliação da carteira de crédito com segurança: “É um marco e vamos avançar. O Sebrae atuará intensamente na qualificação das empresas associadas para que a carteira do Fampe seja sólida e sustentável ao longo do tempo.”

Além das empresas associadas às cooperativas do Sicoob Central Rio, podem ter acesso a recursos emergenciais do sistema as cooperativas vinculadas ao Sistema OCB/RJ e os franqueados da Associação Brasileira de Franchising (ABF Rio). A reestruturação das operações de empréstimo, como prorrogação de prazos, por exemplo, depende de análises de riscos individuais de cada companhia, permitindo, assim, uma maior flexibilidade para a negociação.

Empresas que têm folha de pagamento vinculada ao Sicoob podem financiar estes vencimentos via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com prazo de 36 meses (com seis meses de carência), valor de dois salários-mínimos por empregado e taxa de 3,75% ao ano.

As empresas do Estado do Rio que ainda não são associadas, mas têm interesse nas linhas de crédito disponíveis nas cooperativas, podem obter informações no site do Sicoob Rio, através do link: https://www.sicoobrio.com.br/.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Sicoob Central Rio

Richard Hollanda

Richard Hollanda

Analista de Comunicação e Tecnologia do Sistema OCB/RJ. Graduado em Jornalismo pela Universidade Veiga de Almeida (UVA) e pós-graduado em Administração em Marketing e Comunicação Empresarial pela UVA.

Você também pode gostar de:

Destaques